Fragmentos de memória em um tempo pontilhista

Projeto concebido em 2008 com o objetivo de mostrar a importância da leitura das imagens. Ampliações em papel fotográfico 20x20cm + gravação de frase em Braille acomodadas em uma caixa de madeira 36x25x4,5cm. Todas as fotos são de autoria da fotógrafa ou retiradas de seus álbuns de família. A presença do Braille foi um desafio para os expectadores. De posse de um gabarito/alfabeto, a missão era conseguir ler as frases e assim olhar mais para as fotos.